terça-feira, 26 de outubro de 2010

Tertúlia Nativista contada por Fabrício Vargas





O nativismo gaúcho está eufórico com o retorno de um dos maiores festivais do Rio Grande do Sul. Por onde ando escuto pessoas ligadas ao cenário musical gaúcho elogiando o retorno da Tertúlia Musica Nativista de Santa Maria. O festival que parou durante 11 anos, por vários motivos, entre eles por falta de apoio governamental, será realizado nos dias 12, 13 e 14 de novembro de 2010.
O Festival não se realizará mais na Associação Tradicionalista Estância do Minuano, Entidade detentora dos direitos do evento e que por dezessete anos foi promotora do evento. Perderá um pouco da sua característica, sem o acampamento e sem as tertúlias livres.
Mesmo assim é com alegria que se fala no retorno de um grande festival como este. Marcou época, surgiram muitos talentos que se tornaram grandes ícones da música nativa. Ainda grandes clássicos da música saíram da Tertúlia: Canto Alegretense, Coração do Rio Grande, Nova Trilha, Anita Garibaldi, entre tantas outras.
O telúrismo gaúcho está de volta depois de 11 anos sem a Tertúlia. Foram 718 músicas participantes na triagem, significando a vontade de letristas e músicos em participar de um festival como este.
Colmar Duarte, que faz parte da Comissão Julgadora desta edição, participou da triagem na primeira edição do festival e deixou um depoimento sobre sua experiência:
“Tive a oportunidade de participar como jurado da primeira tertúlia nativista de Santa Maria, em 1980. Foram meus Parceiros: Sérgio Bernardes, Kenelmo Alves, Cenair Maicá e Elen Rolim. Foi uma alegria para mim participar agora desta retomada do Festival, depois de um tempo de espera. Fiquei impressionado com a quantidade de inscrições, que chegaram a 711 composições. É uma prova da importância deste Festival no contexto deste movimento cultural começado pela Califórnia da Canção Nativa, em 1971. Me congratulo com os organizadores e com o governo do Município de Santa Maria pela iniciativa desta retomada.”



2 comentários:

  1. Gracias, Fabrício. Novo integrante de nossa equipe. Sabes de nossa alegria em tê-lo conosco.

    ResponderExcluir
  2. Alegria é toda nossa! Sempre bom falar sobre as coisas do nosso Rio Grande!

    ResponderExcluir